Ação Intersetorial de Combate à Exploração do Trabalho Infantil chega ao Distrito de Galante com apoio da OIT

O São João do Distrito de Galante, evento que integra as festividades do Maior São João do Mundo, recebe neste ano o reforço da Ação Intersetorial de Combate à Exploração do Trabalho Infantil e Sexual de Crianças e Adolescentes, como também a proibição da venda de bebida alcoólica para menores de 18 anos. Neste ano, graças ao apoio da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Galante também receberá as ações educativas e fiscalizadoras dos técnicos sociais que compõem a Ação Intersetorial.

Galante é o destino final do passeio “Forró nos Trilhos”, locomotiva que sai da Estação Velha, em Campina Grande, com destino ao distrito. O passeio, atração tradicional nesta época do ano, recebe milhares de turistas que, além do forró pé de serra, são atraídos pelas barracas com bebidas e comidas regionais.imagemNo ano passado o Maior São João do Mundo recebeu a visita do Oficial da OIT, que é uma agência multilateral da Organização das Nações Unidas, especializada nas questões do trabalho, especialmente no que se refere ao cumprimento das normas (convenções e recomendações) internacionais.

A OIT tem por missão promover oportunidades para que homens e mulheres possam ter acesso a um trabalho decente (conceito formalizado pela OIT em 1999) e produtivo, em condições de liberdade, equidade, segurança e dignidade humanas, sendo considerada condição fundamental para a superação da pobreza, redução das desigualdades sociais, garantia da governabilidade democrática e o desenvolvimento sustentável.imagemNo ano passado o oficial de projetos da OIT, José Ribeiro, conheceu o Maior São João do Mundo a convite do prefeito Romero Rodrigues e da secretária municipal da Assistência Social, Eva Gouveia. Na ocasião, ficou definido um possível apoio da entidade, com objetivo de fortalecer ações de combate ao trabalho infantil, assim como a diminuição de crianças e adolescentes em vulnerabilidade e risco social.

A OIT esta presente em grandes  mundiais, a exemplo da Copa do Mundo de Futebol, Carnaval de Salvador e o Círio de Nazaré. A partir deste ano também foi inserido, na agenda da OIT, o evento Maior São João do Mundo.

No distrito de Galante, cerca de 20 técnicos sociais iniciaram as abordagens e orientações sobre as violações de direito de crianças e adolescentes, no período junino.

Para Uelma Alexandre, uma das coordenadoras da ação, os barraqueiros cadastrados, cerca de 60 e 200 ambulantes que estão autorizados a comercializar em Galante, foram informados sobre a proibição de crianças e adolescentes serem expostos a situação de vulnerabilidade.

Em Campina Grande, a ação acontece desde 2014, no interior do Parque do Povo, através de uma parceria entre Ministério Público Federal do Trabalho, Semas, Secretarias de Saúde e da Educação, Policias Militar, Civil, STTP, Vara da Infância e da Juventude, Promotoria da Infância e todos que fazem a Rede de Proteção a Criança e Adolescente de Campina Grande (REDECA).

Para a secretária municipal da Assistência Social, Eva Gouveia, a parceria da OIT, no Parque do Povo assim como em Galante, é uma avanço. Esse fato comprova que a Ação Intersetorial está no caminho certo, desde 2014, ao lado do MPT intensificando o trabalho e reduzindo os números de exploração sexual e trabalho infantil de crianças e adolescentes, em mais de 80%.

“No governo Romero Rodrigues, além do São João ser um sucesso de público, também é sucesso de exemplo e atenção às crianças e adolescentes. Foi isso o que chamou a atenção desta agência da Organização das Nações Unidas” destacou Eva.

Fonte: Codecom
COMPARTILHE