Com planejamento de ações integradas STTP garantiu mobilidade para os forrozeiros durante 31 dias do Maior São João do Mundo

 
Desde o último mês de maio a Superintendência de Trânsito e Transportes Público (STTP), da Prefeitura de Campina Grande, desempenhou ações integradas de mobilidade urbana contemplando o plano operacional dos festejos do Maior São João do Mundo. A autarquia também disponibilizou um aplicativo para o serviço de taxi, garantindo descontos para os usuários.

O trabalho, desenvolvido diuturnamente por várias equipes, garantiu um monitoramento eficaz de transporte público e do fluxo de trânsito no entorno do Parque do Povo, na área central da cidade e também nos distritos de São José da Mata e Galante, locais onde novamente foi registrado um movimento recorde de veículos e de pessoas, exigindo reforço nas equipes de trânsito.Transporte Público – Com as várias interdições programadas e realizadas no entorno da festa, a Prefeitura recomendou à população que evitasse circular de carro pela área do Parque do Povo, dando preferência ao transporte público de passageiros, seja o coletivo (ônibus urbanos), ou individual (taxis e mototaxis).

Ônibus – O serviço de transporte coletivo funcionou de forma especial e com ônibus extras durante o período junino, já a partir das 5h da manhã até o final da festa, com a STTP modificando o quadro de horários de ônibus saindo do Terminal de Integração, com horários extras a partir da meia noite, conforme a programação de shows ou nos ajustes de frota nos horários de jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo. No quesito segurança, o Terminal de Integração recebeu o apoio em conjunto da Guarda Municipal e da Policia Militar, garantindo segurança para os passageiros.

Para o distrito de Galante, nos principais dias de festa, foi disponibilizada uma frota de oito ônibus, responsável por fazer o trajeto Campina Grande/distrito/Campina Grande, sempre com intervalo de 15 minutos. Esse serviço garantiu aos usuários uma viagem rápida e segura, inclusive com opção do embarque e desembarque também no Terminal de Integração.

Os forrozeiros ainda contaram com informações, em tempo real, dos horários de chegada e de partida dos ônibus municipais com o recurso de atualizações dinâmicas do Google Transit, numa ação conjunta com a Prefeitura Municipal, através da Divisão de Controle Operacional da STTP.

APP Táxi – O serviço de táxi funcionou com uma frota de 583 veículos, sempre disponível nas ruas próximas das entradas e saídas do Parque do Povo. Uma novidade deste ano foi que a STTP lançou, em fase de testes, um aplicativo para os taxistas da cidade. O objetivo era garantir descontos aos passageiros e levar um maior atrativo com relação aos demais aplicativos, como Uber e CGDrive, atuantes na cidade, mas que não têm uma regulamentação definida ainda.

Mototaxi – Já o serviço oferecido pelo mototaxistas credenciados da Prefeitura Municipal foi estrategicamente instalado nas ruas Sebastião Donato e Treze de Maio.Fiscalização – Durante os 31 dias de festa, os serviços de transporte público de passageiros foram monitorados, diariamente, por uma equipe de 17 fiscais da STTP, garantindo o cumprimento do cronograma de serviços disponibilizados.

Para o superintendente Félix Neto, a STTP executou o Plano Operacional do São João com pleno êxito. “Estamos com o sentimento de dever cumprido. Nosso planejamento operacional garantiu uma mobilidade rápida e eficiente, resultando num trabalho coeso e de equipe através dos nossos valorosos fiscais de transportes e dos agentes de trânsito. Foi um trabalho fantástico de todos os setores, refletindo sobre maneira na excelência dos serviços à população”, disse o dirigente.

Trânsito – Com base no planejamento da coordenação do evento a STTP definiu, em reunião com todos os setores envolvidos, um efetivo de 50 agentes de trânsito e fiscais de transportes, por noite, para um trabalho diário operando com 9 viaturas e 10 motocicletas, distribuídos nos três turnos de plantões, de acordo com a demanda exigida pela programação do São João.

O plano de ação da STTP teve estratégias operacionais, com equipes de plantão de sinalização e do Setor de Semafórica, fazendo- se presente  também os gerentes setoriais e seus auxiliares diretos, além do trabalho em parceria com as policias Militar e Civil, BPTran e Corpo de Bombeiros, conforme reuniões realizadas com o Ministério Público objetivando detalhar as operações de fiscalização do trânsito, aliado ao sistema de monitoramento eletrônico por câmeras.

Galante – No Distrito de Galante foi executado com sucesso o projeto de revitalização da sinalização horizontal e vertical, adequadas com pontuais mudanças de trânsito naquele Distrito, implantando novas placas de sinalização e placas informativas de estacionamento, melhorando a locomoção e chegada dos forrozeiros. Para o estacionamento de ônibus e vans de turismo foi disponibilizada, gratuitamente, uma área no trecho de acesso à Fazenda Santana.

Nos principais trechos de Galante também foram implantadas divisões de fluxos de via por meio de cones, tripés e cavaletes, no trecho de acesso ao Distrito pela rodovia PB. Também foi reforçada e parceria de fiscalização com o DER, o BPTran e a Polícia Rodoviária Federal.

Estacionamento social – Novamente nas ruas do entorno do Parque do Povo o projeto “Estacionamento Social” garantiu a mobilidade dos forrozeiros, otimizando o acesso e barateando os custos de estacionamento no período junino.

Transito Livre – A STTP também fez a entrega dos adesivos de “Acesso Moradia”, para os veículos de moradores residentes nas ruas do entorno do Parque do Povo, e para outros  profissionais que necessitavam de acesso às áreas interditadas no período de  realização do Maior São João do Mundo.

Camarote da Acessibilidade – Num espaço coordenado pela STTP, o Camarote da Acessibilidade ofereceu oportunidade às pessoas com deficiência, e seus acompanhantes, de participarem das festas de São João. O camarote foi pensado especialmente para os que não têm condições de ficar no meio do povo. O espaço, gratuito e com vista para o Palco Principal, contou com o apoio de integrantes de associações e escolas com trabalhos voltados para idosos e pessoas com deficiência, a exemplo da APAE, UCES, FCD, Instituto dos cegos e grupo preferenciais (paratletas), entre outros. A estrutura planejada levou em consideração a melhor adaptação para os deficientes, contando com recursos com rampa, corrimão e banheiro químico adaptado.

Premiação Maio Amarelo – No dia 28 de junho, para coroar todo o trabalho da equipe que atuou no planejamento e ações da mobilidade urbana, pelo segundo ano consecutivo a cidade de Campina Grande foi premiada pelas melhores ações realizadas nos municípios durante maio (mês reconhecido como sendo da prevenção aos acidentes de trânsito). Através da STTP, a Prefeitura recebeu a premiação destaque prata “Maio Amarelo”, como a segunda melhor campanha educativa do país.
Fonte: Codecom
COMPARTILHE