Prefeito

Romero Rodrigues Veiga nasceu em Campina Grande, no Distrito de Galante, no dia 9 de janeiro de 1966). Formado em Agronomia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), tem mestrado na área. Desde o início de sua carreira política, nunca mudou de partido, o PSDB. Ao longo de 24 anos de vida pública, exerceu os mandatos de vereador, deputado estadual e deputado federal, além de vários cargos no Poder Executivo, antes de ser eleito, em 2012, prefeito de Campina Grande.

Como engenheiro agrônomo, Romero atuou na Secretaria de Agricultura do Município de Campina Grande. Posteriormente, iniciou sua carreira política quando se candidatou e foi eleito vereador em 1992, sendo sucessivamente reeleito, sempre com votações ampliadas a cada disputa eleitoral. Foi eleito o “Vereador do Ano” em diversas oportunidades e presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, por três vezes. Chegou a assumir a Prefeitura de Campina Grande em diversas oportunidades, como dirigente do Poder Legislativo municipal.

Em 2006, Romero foi eleito deputado estadual da Paraíba, obtendo 38.014 votos, sendo o mais votado em Campina Grande. Exerceu o cargo de Secretário de Interiorização do Estado (2007-2008) e, depois, secretário-chefe da Casa Civil do Governo da Paraíba (2008-2009), na gestão do então governador Cássio Cunha Lima. Como deputado, foi apontado pela ONG Transparência Brasil como o parlamentar com maior atuação na Assembleia Legislativa da Paraíba em termos de relevância nas matérias apresentadas na Casa de “Epitácio Pessoa”. Dos 36 parlamentares da Casa, segundo a ONG, apenas quatro conseguiram se destacar com matérias consideradas relevantes.

Em 2010, Romero foi eleito deputado federal pela Paraíba com 95.202 votos.Seu trabalho desenvolvido na Câmara Federal em busca de benefícios para a população lhe proporcionou uma posição de destaque à frente de políticos com atuação no Senado Federal, Câmara dos Deputados e assembleias legislativas de todos os Estados.

Nas eleições municipais em 2012, Romero Rodrigues disputou pela primeira vez uma eleição majoritária e obteve o primeiro lugar no primeiro turno com 97.659 votos (44,94% dos votos válidos). Disputou o segundo turno contra a candidata do PMDB, Tatiana Medeiros, segunda colocada, que havia recebido 65.195 votos. Venceu o segundo turno e foi eleito com 130.106 votos (59,14% dos votos válidos).

Reeleito na Prefeitura no primeiro turno, Romero implantou um modelo administrativo que tem priorizado o fortalecimento do patrimônio do Município – com aquisições de áreas como o Aluízio Campos, com mais de 800 hectares e onde estão sendo construídas 4.100 casas, além da instalação de 170 empresas, ou de amplo valor social, como o Hospital Pedro I, que se transformou em referência estadual na realização de cirurgias eletivas e no atendimento à crianças com microcefalia – que chamou a atenção da mídia mundial. Viabilizou também a municipalização da AACD, como ainda a aquisição da Escola Cassiano Pascoal,  que pertencia ao SESI, no bairro da Liberdade, e se torna a segunda unidade com ensino bilíngue na rede de ensino municipal de Campina Grande.  É o responsável direto para estruturação do Plano Estratégico de Campina Grande 2035 – que projeta o crescimento da cidade para os próximos 20 anos, em parceria com o empresariado local.