Bebidas quentes são as mais consumidas nas noites frias do Parque do Povo e comerciantes festejam aumento das vendas

A mudança de clima que é registrada no mês de junho, sempre acompanhada de chuva e muito frio, não são empecilhos para os forrozeiros que visitam o Parque do Povo com o objetivo de dançar forró, se divertir e saborear as comidas típicas oferecidas neste período do Maior São João do Mundo.

E as noites frias são favoráveis para àqueles comerciantes e barraqueiros que vendem as chamadas “bebidas quentes”, especialmente a cachaça, que se tornou o aperitivo mais procurado por aqueles que pretendem “esquentar” antes de cair no forró.imagemOs comerciantes são unânimes ao afirmar que a procura por cachaça tem crescido nas noites mais frias e, consequentemente, o faturamento costuma aumentar nos dias que são chuvosos. Segundo os comerciantes, a bebida é muito procurada pelas pessoas da região, mas, entre os turistas, a procura tem sido bem maior.

Crisvaldo Barbosa de Lima, proprietário da Barraca e Churrasquinho “Pica Pau Espetos”, disse que há 25 anos comercializa no Maior São João do Mundo. Ele afirmou que a diversificação e mistura que coloca na cachaça faz com que as pessoas procurem com mais frequência a bebida.imagem“Eu tenho cana com mel, com chocolate, com leite condensado e com café. Posso afirmar que, aqui no Parque do Povo, a melhor caninha está aqui no Pica Pau Espetos. Também vendo, por noite, entre 100 e 150 espetinhos. Quando termina o São João a gente fica esperando o próximo, acreditando que vai ser melhor e assim tem sido”, afirmou Crisvaldo.

José Belo, proprietário de um quiosque próximo à Pirâmide do Parque do Povo, ressaltou que o Maior São João do Mundo significa um bom rendimento para seu comércio. Belo afirmou que há 10 anos, período que está estabelecido com seu quiosque, à expectativa é sempre esta.

“A cana com mel é a principal bebida que eu vendo. O povo gosta demais. Não é preciso nem oferecer que eles já chegam perguntando se tem, principalmente os que visitam Campina Grande nesta época do ano”, enfatizou José Belo.

Fonte: Codecom
COMPARTILHE