Bruno abre o 1º Festival de Artes Inclusivas e reafirma compromisso de tornar Campina Grande referência em políticas públicas para pessoas com deficiência

Quem prestigiou, na noite desta segunda-feira, 20, a abertura do 1º Festival de Artes Inclusivas pode presenciar um evento inovador, capaz de valorizar os talentos e a cidadania das pessoas com deficiência. Realizado pela Prefeitura de Campina Grande, o festival vai se prolongar até esta terça-feira, dia 21, no Teatro Facisa, com muita música, dança e outras manifestações artísticas.

O prefeito Bruno Cunha Lima, ao abrir oficialmente o festival, na companhia da primeira-dama, Juliana Figueiredo  Cunha Lima, disse ser o evento um “divisor de águas” na própria visão da comunidade sobre a participação das pessoas com deficiência no mundo artístico.

Segundo Bruno Cunha Lima, as pessoas com deficiência não devem ser mais vistas como meras assistentes da arte em geral: merecem ser reconhecidas como grandes impulsionadoras e produtoras das mais diversas manifestações artísticas, com muito talento e total capacidade de conquistar o reconhecimento do público em geral.

Diante disso, o prefeito assegurou que Campina Grande será consagrada, ao longo da atual gestão, não apenas como detentora do Maior São João do Mundo, mas como a cidade da inclusão irrestrita e plena das pessoas com deficiência. “Aqui, por meio de tão significativo festival e de políticas públicas, buscaremos sempre fazer com que a inclusão seja algo natural e as individualidades sejam respeitadas”, afirmou.

Além do prefeito, fizeram pronunciamentos destacando a importância da iniciativa a gerente de Políticas para a Pessoa com Deficiência, Edna Maria Alves da Silva; o secretário de Assistência Social, Valker Neves Sales; a secretária de Cultura, Giseli Sampaio.

A programação da noite de abertura contou com diversas atrações, a exemplo da Filarmônica Epitácio Pessoa, além das atrações que demonstraram que suas deficiências não são limitadoras: os músicos Jessé Oliveira (pianista), Rodolfo Virgílio (violonista e cantor), Teberge Bezerra (cantor) e Pedrinho Sanfoneiro, cantor Willi Leonardo e Érica Marques, Marimélia (Musicista), além da exibição de Laissa Guerreira (bailarina).

O evento conta com transmissão pelo Youtube da PMCG e TV Maior, canal 11.1. Trata-se de uma celebração ao Dia Nacional da Pessoa com Deficiência, comemorado neste 21 de setembro. A data foi também escolhida por ser próxima ao início da primavera, época em que as flores representam o nascimento e a renovação da luta das pessoas com deficiência.

Nesta terça-feira, 21, segunda e última noite do evento, a programação segue com artistas da dança que apresentam também alguma deficiência.

Codecom

Compartilhar