Campanha Setembro Amarelo terá palestra nesta quinta-feira na sede da ACI sobre o papel social do jornalista na prevenção ao suicídio

A campanha “Setembro Amarelo”, que tem como base, em Campina Grande, a Lei Municipal 7.010/2018, de autoria do vereador João Dantas, está movimentando diversas instituições da cidade. Uma delas é a Associação Campinense de Imprensa – ACI, que realiza nesta quinta-feira (19), a partir das 19h, em sua sede, localizada às margens do Açude Velho, palestras sobre o tema “O Papel Social do Jornalista na Prevenção ao Suicídio”.

A iniciativa é fruto do engajamento da instituição na Campanha “Setembro Amarelo”. A ideia de realização do evento surgiu durante recente reunião no Teatro Paulo Pontes, sob o comando do secretário chefe de Gabinete do Município, Bruno Cunha Lima.

Durante o encontro, os representantes de diversos órgãos governamentais e não governamentais levantaram sugestões sobre eventos que estão se desenvolvendo neste mês de setembro, tendo como propósito contribuir para a diminuição dos casos de suicídio na cidade e de valorização da vida.

Para o secretário Bruno Cunha Lima, tem sido fundamental o engajamento de todos os segmentos sociais de Campina Grande a esta iniciativa, levando-se em conta a gravidade do problema. Diante disso, espera que este tipo de ação conscientizadora em favor da vida se multiplique e ganhe cada vez mais força junto aos diferentes segmentos da comunidade.

Palestrantes

O evento na ACI contará com a palestra da professora e psicóloga Ana Clara Cabral, que é pós-graduada em Psicologia Clínica. A palestrante é graduada em Psicologia, pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).  Tem atuação profissional no Centro Especializado em Reabilitação – CER IV CG, além de experiência em grupos de extensão e pesquisa voltados a temática da Saúde Pública. Ela é, ainda, professora ministrando a disciplina Psicologia Aplicada. Presta atendimento clínico a adolescente e adultos.

Por sua vez, o vereador João Dantas, que também será palestrante no evento, explicará a importância da Lei Municipal 7.010. Conforme garante, no mês do “Setembro Amarelo” deverão ser desenvolvidas ações, destinadas à população, com os seguintes objetivos: alertar e promover o debate sobre o suicídio e as suas possíveis causas; contribuir para a redução dos casos de suicídios no Município; estabelecer diretrizes para o desenvolvimento de ações integradas, envolvendo a população, órgãos públicos, instituições públicas e privadas, visando ampliar o debate sobre o problema; e estimular, sob o ponto de vista social e educacional, a concretização de ações, programas e projetos na área da educação e prevenção.

Fonte: Codecom

COMPARTILHE