Autor: Notícias PMCG

Centro de Zoonoses realiza mais de 25 mil atendimentos clínicos em 2018

O Centro de Controle de Zoonoses de Campina Grande divulgou um balanço de serviços executados no ano de 2018. O maior número de procedimentos foi de atendimentos clínicos laboratoriais, no total de 25.339, mas também chama atenção o número de cirurgias de castração e de vacinas contra a raiva aplicadas. Foram 2.442 castrações e 2.247 animais vacinados. […]

20/02/2019 15h39 Atualizado há 4 anos

O Centro de Controle de Zoonoses de Campina Grande divulgou um balanço de serviços executados no ano de 2018. O maior número de procedimentos foi de atendimentos clínicos laboratoriais, no total de 25.339, mas também chama atenção o número de cirurgias de castração e de vacinas contra a raiva aplicadas. Foram 2.442 castrações e 2.247 animais vacinados.

O CCZ também realizou 2.523 apreensões de animais de grande porte, como cavalos, burros e jumentos, além de 1.438 de animais de pequeno porte, como cães e gatos. Ainda foram encaminhados para adoção 1.317 animais.imagemO Centro de Zoonoses vem passando por melhorias. No ano passado foi realizada uma reforma no local. O centro cirúrgico, que foi inaugurado em 2015, tinha apenas uma sala para a realização de todos os procedimentos cirúrgicos nos animais e agora tem uma nova sala específica para realização de procedimentos de castração e outra para repouso dos animais (pós-operatório), além de um consultório. Também foi construída uma farmácia para armazenamento correto dos medicamentos e uma copa/cozinha para os servidores.

Outras melhorias foram feitas nas diversas áreas do centro. A parte de iluminação passou por reparos e foram instalados refletores. Todo o prédio recebeu manutenção da rede elétrica e hidráulica. O muro também foi aumentado para evitar a entrada de invasores e as áreas de alojamento e curral foram limpos, pintados e ampliados. Em 2019, a Prefeitura de Campina Grande deve ampliar os investimentos no serviço para melhorar ainda mais os locais de alojamento dos animais.imagemNo ano passado também foi implantado o serviço da carrocinha, utilizado para capturar animais em situação de rua e fazer a castração e cuidados clínicos. Outro avanço do Centro de Zoonoses foi a implantação da chipagem em animais de grande porte usados em veículos de tração animal. Os bichos receberam chips e as carroças ganharam placas. O objetivo é garantir mais qualidade de vida para os animais, identificar os responsáveis em caso de maus tratos, abandono e acidentes. A medida também visa extinguir a prática até 2022 e encaminhar os carroceiros para o mercado de trabalho formal.imagem imagem

Fonte: Codecom

Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support