“Coletivo Alguma Coisa” presta contrapartida da Aldir Blanc neste sábado, no Plínio Lemos

Em continuidade ao calendário de contrapartidas da Lei Aldir Blanc, a Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria de Cultura (Secult), levará neste sábado, 14, à Vila Olímpica Plínio Lemos atividades artísticas à população a partir das 14h. A ação foi idealizada pelo Coletivo Alguma Coisa (CAC), criado em 2018 e que, neste evento, denominado de “Novo Anormal”, celebrará quatro anos de atuação na cidade.

Contemplado no edital 002, o CAC nasceu com o propósito de fornecer suporte aos diversos artistas locais de Campina Grande, além de fomentar o conhecimento, debates e oficinas abordando várias vertentes do segmento artístico-cultural. O evento acontecerá com apresentações musicais, exposições artísticas, feirinha coletiva, além de uma oficina de cantigas de capoeira, ministrada pela mestra Virgínia, também contemplado pela Lei Aldir Blanc no âmbito municipal.

Ao longo destes quatro anos, o coletivo vem desenvolvendo projetos, eventos culturais e artísticos em Campina Grande e municípios próximos. Trazendo sempre como base o objetivo de expandir e criar suportes de apoio à classe artística campinense, os processos criativos ocorrem através da experiência com workshops, feiras e apresentações artísticas.

Segundo os organizadores, o Novo Anormal se coloca como, além de um aprofundamento do trabalho contínuo que o coletivo vem desempenhando ao longo do tempo, desde a sua criação, como também de uma nova concepção de realidade pós-pandemia, ressaltadas a partir de impactos tecnológicos e expectativas futuras, dentro da história da arte. O CAC atua diretamente no fomento das práticas culturais em nossa cidade, com ações que promovem um maior acesso à arte aos campinenses.

Codecom

Compartilhar