Em parceria com instituições nacionais, Prefeitura inicia programa de formação para profissionais da Rede Municipal de Ensino

Com foco na recomposição da aprendizagem, a Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria de Educação (Seduc), iniciou uma programação especial de formações para os profissionais da Rede Municipal de Ensino. As atividades foram iniciadas na manhã desta quarta-feira, 17, no Anexo da Seduc, por meio de uma parceria com a Associação Nova Escola e a Fundação Lemann, via Instituto Gesto.

Na primeira formação, participaram 30 técnicos pedagogos, que atuam nas unidades de ensino; e mais nove profissionais que integram a equipe de formação da Seduc. Contudo, a proposta é que as atividades sejam realizadas também com os demais profissionais de Educação, inclusive com os professores.

Essa formação faz parte da primeira etapa de um projeto de recomposição da aprendizagem, que servirá como estratégia para dar suporte aos estudantes que tiveram um rendimento baixo, nos últimos anos.

Segundo a diretora técnico-pedagógica da Seduc, Vera Passos, a formação se estenderá até esta quinta-feira, 18, totalizando 16 horas de atividades para os técnicos. “Esta é uma etapa muito importante no que se refere às formações para os nossos servidores da Rede. Exatamente porque um dos nossos principais desafios com a retomada das aulas presenciais tem sido corrigir as perdas na aprendizagem de muitos estudantes e isso só será possível com a atuação dos nossos servidores nas escolas”, explicou Vera.

A especialista pedagógica de formações da Nova Escola, Fransueli Bahr, destacou que a atuação dos profissionais da instituição, em Campina Grande, será especialmente voltada para o diálogo sobre estratégias de aprendizagem dos estudantes prejudicados com a suspensão das aulas presenciais.

“A gente trabalha no apoio dos professores para que eles trabalhem com os alunos nesse pós-pandemia, pois tivemos dois anos muito complicados com estudantes que estiveram fora da escola ou não conseguiram aprender tudo que precisavam”, pontuou.

Codecom

Compartilhar