Autor: Notícias PMCG

Equipes da Prefeitura voltam a atuar no Conjunto Aluízio Campos e atendem demandas da comunidade

Grupos de trabalho da Secretaria Municipal de Planejamento retoma visitas para monitorar rotina e necessidades do conjunto residencial  Equipes de Ação Social da Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan) voltaram na manhã desta sexta-feira, 19, a atuar diretamente no Conjunto Aluízio Campos, em Campina Grande, onde a prefeitura construiu 4.100 unidades habitacionais, entre casas e apartamentos. […]

19/06/2020 19h45 Atualizado há 3 anos

Grupos de trabalho da Secretaria Municipal de Planejamento retoma visitas para monitorar rotina e necessidades do conjunto residencial 

Equipes de Ação Social da Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan) voltaram na manhã desta sexta-feira, 19, a atuar diretamente no Conjunto Aluízio Campos, em Campina Grande, onde a prefeitura construiu 4.100 unidades habitacionais, entre casas e apartamentos. As ações foram retomadas sob a coordenação do secretário de Planejamento, Carlos Dunga Júnior, que manteve reunião com o administrador do conjunto, major Valença; representantes do escritório da Construtora Rocha Cavalcanti. A Guarda Municipal também esteve presente. faluizio

De acordo com Dunga Júnior, as equipes da Coordenadoria de Habitação, do setor de Ação Social, não estavam diretamente no local, nas últimas semanas, em decorrência da pandemia do novo coronavírus e da necessária quarentena, mas agora, sempre com base no respeito às regras sanitárias e protocolos do setor de saúde, voltam a interagir com a comunidade, dando assistência direta e tomando todas as providências ou encaminhamentos possíveis em favor do bem-estar dos milhares de moradores do Aluízio Campos.

O secretário Dunga Júnio relatou que a Seplan recebeu já nesta manhã 12 reivindicações de moradores quanto a problemas como infiltrações e vazamentos em alguns imóveis, porém, de imediato, ficou estabelecido que as equipes da construtora vão resolver estas pendências, numa demonstração de que a presença do poder público no local é permanente para garantir a manutenção do conjunto, onde foram investidos mais de R$ 300 milhões, numa parceria entre os governos municipal e federal.

Dunga Júnior explicou que os moradores que necessitem entrar em contato com o pessoal da Seplan poderão comparecer, nos turnos da manhã e tarde, ao escritório onde funcionava o canteiro de obras da Construtora Rocha. Serão atendidas, de cada vez, no máximo, até duas pessoas, sendo, para tanto, obedecidos os protocolos atinentes à prevenção à Covid-19, a exemplo do uso de máscaras.

Fonte: Codecom


Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support