Escolas municipais de Campina Grande têm retorno tranquilo, neste primeiro dia de retomada do ensino presencial

Secretário de Educação, vice-prefeito e o Comitê de Monitoramento acompanharam presencialmente a retomada das aulas em algumas unidades

Foram retomadas nesta segunda-feira, 20 de setembro, as aulas presenciais nas escolas municipais de Campina Grande. O retorno, gradual e escalonado, abrange 50% das turmas dos Anos Iniciais (1º ao 5º ano) e 1º e 2º ciclos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), que nesta primeira etapa somam aproximadamente 8 mil estudantes. As medidas de prevenção, como aferição da temperatura corporal, disponibilização de álcool em gel e a garantia do distanciamento, estão sendo cumpridas pelas unidades.

O secretário de municipal Educação, Raymundo Asfora Neto, visitou algumas escolas durante esta manhã e avaliou o primeiro dia de retomada. “É um momento importante para a nossa Rede Municipal de Ensino. Queremos ressaltar aos pais que é seguro enviar o seu filho para a escola. Nossas equipes foram preparadas para este momento e nossas unidades estão sim preparadas para receber os estudantes”, afirmou.

Ele ressaltou ainda, a importância de avançar com a retomada presencial visando ao fortalecimento da aprendizagem. “Diversos estudos em todo o mundo comprovam que o ensino à distância não substitui o ensino presencial. O seu filho, na sala de aula, vai aprender mais e, aprendendo mais, ele tem maiores chances de ser um melhor profissional lá na frente”, disse.

O vice-prefeito, Lucas Ribeiro, também acompanhou o primeiro dia de aulas presenciais. “Hoje, de forma progressiva, reiniciamos as aulas presenciais após 1 ano e meio de ensino remoto. Nossas escolas estão seguindo os protocolos sanitários. É um momento de muita alegria, poder garantir às nossas crianças e jovens o direito ao acolhimento e à aprendizagem”, avaliou.

Um Comitê de Acompanhamento e Monitoramento do Retorno às Aulas Presenciais, formado por técnicos das Secretarias Municipais de Educação (Seduc) e da Saúde (SMS), continuará realizando visitas durante toda semana às unidades para observar o andamento do retorno.

Entrega de materiais

As unidades de ensino foram preparadas com demarcação para o distanciamento, além de sinalização com as medidas de prevenção e dispensadores de álcool em gel. Além disso, a Seduc investiu mais de R$ 92 mil na aquisição de máscaras para as escolas e creches da Rede Municipal. A previsão é que até a próxima quarta-feira, 22, todas as escolas já tenham recebido máscaras de tecido para os estudantes e máscaras de acrílico (face shield) para os servidores.

Segurança

A gestora da Escola Municipal Adalgisa Amorim, Edna Câmara, disse que o protocolo sanitário já vinha sendo trabalhado com as famílias durante as aulas remotas e que isso oferece segurança para a retomada em sala de aula. “Não tinha porque não voltarmos agora. Pensando no direito à aprendizagem das nossas crianças, no bem-estar delas e no socioemocional de cada uma. Estava evidente, durante as aulas remotas, a vontade de voltar. Eu acredito que a forma como a gente vem fazendo, seguindo os protocolos com segurança, vai dar certo”, declarou.

Próximas etapas

Esta primeira fase, onde 50% dos estudantes retornam para as salas de aula, foi dividida em três etapas.

Etapa 1 – Programada para 20 de setembro, atende 50% das turmas de:

Anos Iniciais (1º ao 5º ano)

EJA (1º e 2º ciclos)

Etapa 2 – Programada para 27 de setembro, atende 50% das turmas de:

Anos Finais (6º ao 9º ano)

EJA (3º e 4º ciclos)

Etapa 3 – Programada para 4 de outubro, compreende 50% das turmas de:

Creches

Pré-escola.

Codecom

Compartilhar