Festa reúne mães e bebês para comemorar aniversário do Centro de Parto Normal

Esta semana o Centro de Parto Normal, do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida – Isea, completou um ano de funcionamento, desde a realização do primeiro parto na unidade. Para comemorar a data, a coordenação do CPN convidou todas as mamães que deram à luz na unidade para uma festa.

Durante os doze meses de operação do Centro, 471 crianças no local. Na comemoração desta semana, mais de 30 mães e bebês compareceram. “Esse é um momento que eu posso ver as enfermeiras que cuidaram de mim, que eu posso vir a esse lugar aqui tão especial e rever também as crianças que nasceram do jeito que a minha filha nasceu. É maravilhoso”, disse Ana Júlia, mãe da Anaju.

Na festinha teve salgados, bolo, docinhos, refrigerante e presentinhos. As mães cantaram parabéns e a criança mais velha a nascer na unidade, que também está completando um ano de vida, foi quem cortou o bolo. “Essas famílias fazem parte da nossa história. Fizemos questão de convidar todas as crianças para participarem dessa comemoração conosco. O CPN é um modelo de assistência humanizada e essa festa faz parte desse trabalho. Não se trata meramente de atender pacientes, mas criamos vínculos familiares com elas”, disse a Coordenadora do CPN, Ana Oliveira.

Dentre as mães está Suzana Benício, que também é enfermeira do Centro. “Estranho seria se eu não confiasse no trabalho das minhas colegas. Então, esse foi o meu local de escolha para parir e como é de costume no CPN, eu fui muito bem assistida, a minha filha nasceu saudável, minhas vontades foram respeitadas e a experiência foi incrível”, disse a mãe da pequena Luíza.

O Centro de Parto Normal é equipado com cinco quartos para o atendimento de forma mais humanizada. Existe banheira, cadeira e macas especiais para que o parto seja feito da forma mais confortável para as mães. O objetivo é preconizar o procedimento natural, que é mais saudável e ajuda a proteger melhor o bebê.

Um dos conceitos do serviço é a humanização do atendimento, com uma equipe preparada para dar o máximo de atenção ás vontades da gestante e tornar este momento ainda mais especial na vida da família. Para ser atendida no CPN, a gestante precisa atender a requisitos como fazer todas as consultas de pré-natal e não apresentar fatores de risco.

O CPN foi construído pela gestão do prefeito Romero Rodrigues, assim como a Casa da Gestante, que fica ao lado, dentro do espaço da maternidade para abrigar com mais dignidade as mães de outros municípios. Desde 2013, já foram investidos mais de R$ 5 milhões em melhorias no Isea, como a reforma da recepção, a construção de enfermaria, consultórios, setor de classificação de risco, ampliação do número de leitos para gestantes e bebês, construção da UTI materna e ampliação da UTI neonatal.

Fonte: Codecom

COMPARTILHE