Autor: Notícias PMCG

Guarda Municipal de Campina Grande recebe 300 protetores faciais produzidos a partir da tecnologia 3D

Secretário Lucas Ribeiro, da Ciência, Tecnologia e Inovação destaca apoio empresarial e rede de startups e instituições envolvidas na iniciativa A Guarda Municipal de Campina Grande foi contemplada, nesta quarta-feira, 1, com parte dos primeiros lotes da produção de protetores faciais feitos a partir da tecnologia 3D. oS equipamentos SÃO recomendados para as corporações que […]

01/04/2020 17h39 Atualizado há 3 anos

Secretário Lucas Ribeiro, da Ciência, Tecnologia e Inovação destaca apoio empresarial e rede de startups e instituições envolvidas na iniciativa
A Guarda Municipal de Campina Grande foi contemplada, nesta quarta-feira, 1, com parte dos primeiros lotes da produção de protetores faciais feitos a partir da tecnologia 3D. oS equipamentos SÃO recomendados para as corporações que fazem trabalho de rua neste momento de prevenção e controle da Covid-19 no Município. A doação dos primeiros 300 protetores foi feita pela empresa de tecnologia Phaser Studio 3D, uma startup campinense que produziu o lote usando recursos de doações de um grupo de empresários locais.
De acordo com o secretário Lucas Ribeiro, da Ciência, Tecnologia e Inovação de Campina Grande, que articulou na fase inicial das medidas adotadas pelo prefeito Romero Rodrigues em relação ao enfrentamento ao novo coronavírus a criação de uma rede de startups, além de instituições, indústrias para produzir, por meio de impressão 3D,, trata-se de uma iniciativa louvável e mais um exemplo da inovação, da tecnologia a favor do nosso povo, beneficiando diretamente os profissionais da Guarda Municipal, neste primeiro momento. Outro lote de 300 novos equipamentos será entregue em breve.imagem27 mil unidades

Há uma perspectiva de produção de até 27 mil unidades de equipamentos de proteção individual pela rede de startups, segundo Lucas Ribeiro. A prioridade, de fato, é garantir proteção aos profissionais de saúde que trabalham diretamente na luta contra o Covid-19 e existe o compromisso de contemplar outros municípios do Estado da Paraíba com o projeto.

O equipamento foi desenvolvido pelo engenheiro Rodolfo Castelo Branco e por Yasmyne Martins, coordenadora do laboratório de tecnologias 3D do Nutes, e deve ser usado como segunda proteção para as máscaras como a N95, que já começam a faltar no mercado.

As empresas e pessoas interessadas em ajudar, devem entrar em contato com o Laboratório Nutes através do telefone (83) 3315-3336 ou pelo email nutes@uepb.edu.br. Os arquivos para impressão do protetor facial 3D também ficarão disponíveis no site da SCTI (scti.campinagrande.pb.gov.br).

Fonte: Codecom

Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support