Prefeitura de Campina Grande lança Projeto “Autismo na Escola: um jeito diferente de aprender

A Prefeitura de Campina Grande, através da Secretaria de Educação (Seduc), promoveu na última terça-feira, 27 de setembro, o lançamento do Projeto “Autismo na Escola: um jeito diferente de aprender”. O evento teve início por volta das 19h, no auditório da Federação das Indústrias da Paraíba (Fiep).

A iniciativa fez alusão ao Dia Nacional da luta da Pessoa com Deficiência, comemorado no último dia 21 de setembro. Na ocasião, além da apresentação do projeto, foram compartilhados relatos de experiências e vivências com professores da Rede Municipal de Ensino, para um público composto por professores, nutricionistas, psicólogos e profissionais de Educação Física da Rede.

No evento, foram distribuídas cartilhas, produzidas pela equipe do Atendimento Educacional Especializado (AEE), com orientações técnicas relativas aos cuidados com o público autista, para o embasamento do trabalho dos profissionais.

O projeto “Autismo na Escola: um jeito diferente de aprender”, consiste na promoção de formações em serviço, que serão oferecidas nas unidades escolares para profissionais de educação e durante as atividades escolares. A exemplo de adaptação de atividades.

A priori, o projeto piloto será aplicado nas Escolas Municipais Dr. José Tavares, Dr. Williams de Souza Arruda e Ageu Genuíno da Silva. Socorro Siqueira, secretária Executiva de Educação, reforçou os pontos fortes do projeto e afirmou que a busca pela ampliação dos serviços para o público com autismo tem sido uma constante por parte da gestão do prefeito Bruno Cunha Lima.

“O projeto é inovador, porque se preocupa não apenas com os professores da sala de aula regular ou com os que estão diretamente com os estudantes, através das salas de recursos multifuncionais, mas pensa no todo. O aluno autista convive com a merendeira, com o porteiro, com todos os profissionais envolvidos na Educação e por isso a necessidade do olhar ampliado para a formação de todos eles”, pontuou.

A coordenadora do Atendimento Educacional Especializado (AEE), Renata Villarim, frisou a importância da iniciativa, frente as necessidades do crescente público atendido pela Rede.

“ Temos, hoje, mais de mil alunos com autismo na Rede e por isso é grande a importância de investir nessas formações e trabalhar temáticas pertinentes como seletividade alimentar para esse público, o acolhimento das famílias, atividades físicas, trabalhar atividades com o apoio escolar”, ponderou a coordenadora.

Estiveram presentes também, na ocasião, a diretora Técnico Pedagógica da Seduc, Vera Passos; a diretora de Apoio às Escolas, Ana Lúcia Fernandes; a gerente de Ensino Fundamental, Adriana Sá; e a presidente do Conselho Municipal de Educação, Sônia Matias.

Atualmente a Rede Municipal de Ensino de Campina Grande possui, matriculados, 1.232 estudantes com Transtorno do Espectro Autista (TEA), contabilizando um crescimento de 21% no número de matrículas, apenas no último ano.

Codecom

Compartilhar