Operação carro-pipa beneficia mais de três mil pessoas com água potável em Campina Grande

Durante o mês de dezembro, a Operação Carro-Pipa vai distribuir 1 milhão 620 mil litros de água potável na zona rural de Campina Grande, beneficiando 3.008 pessoas. Serão abastecidas 100 cisternas comunitárias cadastradas pela Defesa Civil de Campina Grande.

O 31º Batalhão de Infantaria Motorizado é responsável pela Operação no município e mensalmente entrega a Defesa Civil a planilha de abastecimento a ser cumprida pelos pipeiros.

Para cumprir a demanda, o 31º BIMtz contratou cinco pipeiros que atende a 74 comunidades. Os militares juntamente com integrantes da Defesa Civil e Vigilância Sanitária realizam as atividades de fiscalização, as quais compreendem: a fiscalização da documentação dos motoristas (pipeiros) e seus respectivos caminhões, as condições higiênicas e estruturais das cisternas, a quantidade de água distribuída por comunidade e ainda, a conferência dos trabalhos realizados pelos pipeiros. A Vigilância Sanitária é responsável pela análise da potabilidade da água.

O abastecimento das cisternas é feito de segunda a sexta-feira, nos turnos da manhã e tarde. Este mês a distribuição de água começou no dia 1º e se estenderá até o dia 30 de dezembro.

O Programa de Distribuição de Água Potável no Semiárido Brasileiro foi implementado pelo Governo Federal há mais de 20 (vinte) anos, com o objetivo é realizar o abastecimento de água potável para o consumo humano no Polígono da Seca Nordestino, norte de Minas Gerais e Espírito Santo.

As atividades da Operação Pipa compreendem a distribuição de água potável, preferencialmente por meio de carros-pipa, às populações rurais e urbanas atingidas por estiagem com prioridade para os municípios que encontram-se em situação de emergência ou estado de calamidade pública.

Nesse contexto, o Exército Brasileiro atua como Órgão de Execução para planejamento e operacionalização das ações de apoio à distribuição de água potável,

O coordenador da Defesa Civil de Campina Grande, Ruiter Sansão, continua alertando sobre a importância da fiscalização por parte da população. A apresentação de sugestões e denúncias (em caso de irregularidades) devem ser encaminhadas à Defesa Civil através do telefone (83) 99645.2330.

Codecom

Compartilhar