Plano regional de desenvolvimento é alvo de reunião entre autoridades de Campina Grande e o superintendente da Sudene

O Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE) foi alvo de encontro na última segunda-feira, 22, no prédio da Fiep, em João Pessoa, entre autoridades municipais de Campina Grande e o superintendente da Sudene, Mário Guimarães Gordilho. São previstas no plano ações de desenvolvimento nas áreas de inovação, desenvolvimento econômico, educação, meio ambiente e recursos hídricos.

Durante a reunião, o superintendente da Sudene apresentou as bases e critérios para submissão de projetos de Campina Grande. A sua exposição foi acompanhada pelo vice-prefeito Enivaldo Ribeiro, além dos secretários Diogo Lyra (Planejamento), Rosália Lucas (Desenvolvimento Econômico) e Lucas Ribeiro (Ciência, Tecnologia e Inovação). Também presente o geógrafo da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste, Robson Brandão.imagemDe acordo com o secretário Lucas Ribeiro, a reunião foi muito proveitosa, representando um contato inicial com o superintendente da Sudene sobre o potencial de Campina Grande em diversas áreas ou eixos. O município será beneficiado com este novo plano, além de outras 40 cidades da região.

Conforme explicou, Campina Grande vai encaminhar à Sudene sugestões, ideias e projetos que poderão ser aprimorados ou desenvolvidos neste novo plano de desenvolvimento regional. Para tanto, está confirmado que o prefeito Romero Rodrigues estará brevemente na sede da Sudene, no Recife, para apresentar os projetos locais, todos com base no potencial econômico/científico do município.

Segundo Lucas Ribeiro, um dos pontos positivos do encontro é o fato do superintendente da Sudene já dispor de informações e levantamentos sobre o potencial da cidade em várias áreas, a exemplo de ações de mobilidade urbana, desenvolvimento tecnológico e projetos desenvolvidos por universidades.

Além disso, Mário Gordilho demonstrou interesse, entre outras, por ações de infraestrutura e financiamento de projetos para as empresas que vão se instalar no Complexo Aluízio Campos.

Fonte: Codecom
COMPARTILHE