Prefeitura de Campina Grande investe mais de R$ 1,2 milhão para abastecer todas as farmácias da Atenção Básica

A Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria de Saúde, abasteceu mais de 100 farmácias da Atenção Básica, durante esta semana, com medicamentos controlados, remédios hipertensivos, de controle da diabetes, antimicrobianos e antifúngicos, entre outros. No decorrer da próxima semana, as Unidades Básicas de Saúde que ainda não receberam os insumos também serão abastecidas e todas receberão também as insulinas e metforminas.

Para realizar este abastecimento de suprimentos farmacológicos, a Prefeitura de Campina Grande investiu mais de R$ 1,2 milhão. Os medicamentos são suficientes para a demanda até o final do ano, período em que uma nova aquisição será realizada para manter a continuidade no abastecimento.

“Uma das principais missões que recebemos do prefeito Bruno Cunha Lima foi não deixar faltar medicamento no posto e estamos trabalhando muito para honrar esse compromisso e melhorar essa oferta”, disse o secretário municipal de Saúde, médico Gilney Porto.

Falta no mercado – A Secretaria de Saúde tem enfrentado barreiras para adquirir alguns medicamentos, como psicotrópicos, a exemplo do Gardenal (fenobarbital). Até o laboratório Teuto, principal distribuidor, emitiu carta esclarecendo a dificuldade de produção em função dos efeitos provocados pela pandemia.

Alta nos preços – Além disso, os preços estão bem acima da normalidade, o que impede, muitas vezes, a compra de quantitativos maiores. Conforme uma pesquisa do Procon de Campina Grande, a variação nas farmácias comerciais da cidade chega até 164%.

Codecom

Compartilhar