Autor: Notícias PMCG

Prefeitura lança campanha de conscientização Dezembro Vermelho, no Dia Mundial de Luta Contra a Aids

Esta quinta-feira, 1 de dezembro, é o Dia Mundial de Luta Contra a Aids e marca o início da campanha Dezembro Vermelho, que conscientiza a população sobre a temática. Este ano, a campanha trata sobre o cuidado combinado, desde a prevenção até o tratamento. Nesta quinta, em alusão à data, haverá ações sobre Infecções Sexualmente […]

01/12/2022 6h21 Atualizado há 2 meses

Esta quinta-feira, 1 de dezembro, é o Dia Mundial de Luta Contra a Aids e marca o início da campanha Dezembro Vermelho, que conscientiza a população sobre a temática. Este ano, a campanha trata sobre o cuidado combinado, desde a prevenção até o tratamento.

Nesta quinta, em alusão à data, haverá ações sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) em empresas privadas e na sexta-feira, 2, na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Durante todo o mês serão realizadas ações em toda a cidade.

A campanha busca conscientizar sobre antes, durante e depois da exposição ao vírus HIV/Aids, orientando sobre a prevenção à transmissão congênita na gestação, o uso da Profilaxia Pré-exposição (PREP) para quem se relaciona com parceiros com HIV, uso de preservativos e Profilaxia Pós-exposição (PEP) para após o contato potencial com o vírus, além do tratamento, que consiste na assistência e no acompanhamento que, em Campina Grande, é realizado pelo Centro Municipal de Infectologia.

Em Campina Grande, o Centro diagnosticou 108 novos casos em 2022 e atualmente 1.236 pessoas fazem tratamento na cidade, sendo 843 residentes no município e 393 de outras cidades. No total, 584 pessoas passaram pela Profilaxia Pós-exposição e 36 fizeram a Profilaxia Pré-exposição.

O Centro funciona na Avenida Floriano Peixoto, 1877, no Santo Antônio. O serviço é uma unidade de referência, implantada este ano, para diagnóstico, atendimento, assistência e acompanhamento às pessoas com ISTs, como Aids/HIV, sífilis, hepatites e outras doenças transmitidas através da relação sexual ou por outros meios, como a transmissão congênita.

O serviço oferece testagem, acompanhamento multidisciplinar com médico infectologista, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e outros profissionais de saúde. Na unidade, os pacientes fazem coletas para exames, recebem medicação e são encaminhados para realizarem procedimentos específicos.

Codecom


Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support