Procon de Campina Grande suspende audiências de conciliação por 30 dias

Com o objetivo de evitar a disseminação do Coronavírus na cidade, o Procon de Campina Grande decidiu suspender, por 30 dias, todas as audiências de conciliação que iriam acontecer a partir desta quinta-feira, 19.imagemO atendimento ao público permanece sem alterações, mas a coordenação do Procon, visando a trazer mais proteção ao consumidor e aos funcionários do órgão, determinou que as salas de trabalho permaneçam com as janelas abertas e arejadas, foram retiradas as cadeiras de espera do salão de atendimento ao público e realocadas na área externa do órgão, diminuindo assim o fluxo e a aglomeração de pessoas em um local fechado.imagemAlém disso, foram instalados dispensadores de álcool em gel nos principais corredores do Procon e a frequência da limpeza do foi ampliada para duas vezes ao dia. “São medidas simples, mas que podem trazer um grande impacto para se evitar a disseminação do coronavírus em nossa cidade. É uma recomendação do prefeito, para que todas as secretarias e órgãos façam sua parte na guerra contra esse vírus, com a esperança de quê sairemos vitoriosos”, explica Rivaldo Rodrigues, coordenador executivo do Procon Municipal.imagemNa manhã desta quarta-feira, 18, Rivaldo Rodrigues reuniu seus principais apoiadores para discutir os aspectos administrativos que sofrerão alterações devido ao estado de pandemia provocado pelo coronavírus, como a implantação do rodízio de funcionários, visando diminuir aglomerações de pessoas, e o afastamento de servidores com idade superior a 60 anos. Além do coordenador, participaram da reunião os chefes da Fiscalização, Atendimento e Conciliação, de Gestão de Pessoas, da Secretaria Executiva e da Assessoria de Comunicação.
Fonte: Codecom
COMPARTILHE