Programa Famílias Fortes realiza reunião de planejamento e articulação para dar início aos novos ciclos em 2022

Implantado em agosto, os bons resultados colocam Campina como destaque em nível nacional

Na manhã da quarta-feira, 19, equipes do programa Famílias Fortes, do Governo Federal, desenvolvido pela Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria de Assistência Social (Semas), estiveram reunidas no auditório da Vila do Artesão visando estabelecer diretrizes para os novos ciclos, em 2022. O programa implantado no município em agosto do ano passado, encerrou os dois primeiros ciclos com um total de 136 famílias atendidas.

A reunião, que contou com a presença de 30 facilitadores que atuam no Família Fortes, foi realizada para avaliar e comemorar os resultados positivos que tornaram Campina Grande referência na aplicação do programa, mesmo tendo sido implantado no segundo semestre do ano passado e que tem como meta alcançar 960 famílias em 2022.

Na ocasião, Aline Aguiar e Samara Nogueira, que estão à frente do programa Famílias Fortes no município, abordaram e apresentaram aos facilitadores, aspectos da metodologia de trabalho direcionada pelo Governo Federal, que foram colocados em prática, à exemplo da data do Encontro Zero (que serão as primeiras reuniões com as famílias que estarão participando do próximo ciclo); planejamento do 3º ciclo; previsto para iniciar em fevereiro e março deste ano; além da retenção das famílias no programa e relatórios.

Para Aline Aguiar, articuladora do programa no município, “os resultados positivos no encerramento do 1º ciclo auxiliaram as conquistas para este ano, a exemplo da capacidade de ampliação, graças ao trabalho e dedicação de toda a equipe, que não tem medido esforços para melhorar a vida dessas famílias”, ressaltou Aline.

Também presente à reunião de planejamento, a coordenadora do Programa Criança Feliz no município, Meruska Aguiar, destacou a importância do trabalho das equipes do Criança Feliz com as equipes do Famílias Fortes. “Uma parceria que tem facilitado e enriquecido sobremaneira o trabalho desenvolvido com as famílias assistidas pelos dois serviços no município, ampliando ainda mais uma série de benefícios para todos”, destacou a coordenadora.

Mais fortes

A partir de fevereiro o Programa Famílias Fortes será ampliado em Campina Grande, por meio de um Termo de Execução Descentralizada (TED), firmado entre o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

Com o êxito na aplicação do programa no município, o Governo Federal designou novos recursos no valor de R$ 412.564,14 para custear o programa a partir das atividades que serão realizadas pela UFCG. Desse modo, será criado mais um grupo com 16 facilitadores selecionados entre a comunidade acadêmica formada por estudantes, professores e técnicos.

Nesta quinta e sexta-feira, 20 e 21 de janeiro, será realizado no Centro de Extensão Universitária, a 2ª fase de seleção prevista no edital, que foi lançado em dezembro de 2021. Os facilitadores levantados pela Universidade, serão devidamente capacitados pela coordenação do Famílias Fortes, encabeçado pela Prefeitura de Campina Grande, por meio da Semas.

Codecom

Compartilhar