Autor: Notícias PMCG

Romero determina testes rápidos e vacinação contra o H1N1 na comunidade venezuelana de Campina Grande

Mais de 60 pessoas, imigrantes do país vizinho, serão contempladas com as medidas preventivas, na tarde desta quinta-feira  O prefeito Romero Rodrigues determinou, no início da tarde desta quinta-feira, 7, que a Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande adote providências de prevenção e controle da Covid-19 com o foco exclusivo de atendimento à comunidade […]

08/05/2020 13h13 Atualizado há 3 anos

Mais de 60 pessoas, imigrantes do país vizinho, serão contempladas com as medidas preventivas, na tarde desta quinta-feira 

O prefeito Romero Rodrigues determinou, no início da tarde desta quinta-feira, 7, que a Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande adote providências de prevenção e controle da Covid-19 com o foco exclusivo de atendimento à comunidade de imigrantes da Venezuela. O secretário Filipe Reul já reuniu sua equipe e organizou para fazer, às 16h, testes rápidos em, pelo menos, 60 venezuelanos que chegaram em Campina nos últimos meses. Todos eles serão atendidos também com a vacinação contra a gripe H1N1.rom-vene

A ação da tarde desta quinta da Saúde Municipal será realizada em sintonia com a equipe da Secretaria de Assistência Social (Semas). É justamente a pasta que detém todas as informações e dados sobre o grupo de imigrantes – que fugiu da Venezuela, por conta da crise econômica e tensão política. A comunidade está acolhida no Serviço de Convivência e Fortalecimento dos Vínculos (SCFV) , na Avenida Portugal, 1739, no bairro de Bodocongó.

Para Romero Rodrigues, além de mostrar solidariedade a atenção a uma comunidade de imigrantes que passa por dificuldades de adaptação, a ação da Saúde e Assistência Social do Município também tem o viés técnico-científico de ampliação das estratégias da Prefeitura, no sentido de controlar e enfrentar o avanço da Covid-19 na cidade.

Centro de Acolhimento

Nos próximos dias, em data a ser agendada pelo prefeito, por outro lado, será inaugurado o centro de acolhimento à comunidade venezuelana em Campina Grande. O prédio da Escola Municipal Sérgio de Almeida, no bairro do Jeremias, foi adaptado pela Semas para acolher o grupo de venezuelanos em situação de fragilidade social.

Fonte: Codecom


Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support