Secretaria de Saúde amplia a partir de hoje pontos para vacinação contra a influenza em Campina

Depois de imunizar  mais de seis mil pessoas  nos primeiros dias, inclusive inovando com o modelo drive-thru para vacinar idosos, a Secretaria de Saúde de Campina Grande, a partir de hoje, quinta-feira, 26, a imunização passa a ter 21 pontos como escolas e outros espaços do município, além da campanha normal que já está acontecendo nas Unidades Básicas de Saúde e nos Centros de Saúde.
As escolas e esses espaços ficam localizados nos dez distritos sanitários do município, de modo a atender toda a população.

“São locais amplos e arejados e a iniciativa tem o objetivo de descentralizar ainda mais a oferta da vacinação e também de atender as pessoas que não têm carro para ir até o drive-thru”, explicou o Secretário Municipal de Saúde, Filipe Reul.

O esquema de drive-thru será suspenso até o fim da semana. “Vamos fazer um balanço de como se comportou a estratégia nesses dois dias e a necessidade de continuidade ou possibilidade de retorno”, disse a Diretora de Atenção à Saúde, Edna Guedes.

Unidades de Saúde – A Campanha de Imunização da Influenza segue também nos Centros de Saúde e nas Unidades Básicas de Saúde. As Equipes de Estratégia de Saúde da Família também estão fazendo a vacinação por ruas para evitar que os idosos saiam de casa. Os profissionais de saúde também podem se vacinar nessa primeira etapa da campanha. Para isso, eles devem procurar as unidades ou aguardar pelo cronograma de vacinação do serviço onde trabalham.
Whatsapp – A Secretaria de Saúde também disponibilizou um número de Whatsapp, exclusivo para mensagens pelo aplicativo, para realizar o agendamento da vacinação para idosos que moram em áreas descobertas, ou seja, onde não tem unidade de saúde. O número é (83) 98700-1533.

Etapas da campanha – Nesse primeiro momento da campanha, apenas pessoas a partir dos 60 anos e trabalhadores em saúde têm direito à vacina. A partir do dia 16 de abril, a campanha será aberta também para professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, além dos doentes crônicos. A partir do dia 9 de maio, a vacina será ofertada também a crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, mães no pós-parto, pessoas com 55 anos e pessoas com deficiência.

Relação das escolas:

Escola Alice Gaudêncio (Santo Antônio)
Escola Municipal Manoel Francisco da Mota (Bodocongó)
Escola Estadual Monte Carmelo (Pedregal)
Escola Paulo Freire (Mutirão)
Escola Padre Emílio (Jeremias)
Igreja Nossa Senhora dos Remédios (Catolé)
Escola Anistimani (Catingueira)
Escola Maria das Vitórias (Bairro das Cidades)
Escola Adalgisa Amorim (Verdejante)
Vila Olímpica (Malvinas)
Escola Estadual José Miguel Leão (São José da Mata)
Escola Municipal Maria Salomé (São José da Mata)
Clube de Mães do sítio Tambor (São José da Mata)
Âncora do sítio Bosque (São José da Mata)
Escola Municipal Luís Gil do sítio Capim Grande (São José da Mata)
Escola Padre Cornélio de Boé (Santa Cruz)
Escola Estadual Raul Córdola (Cruzeiro)
Escola CEAI (Ramadinha)
Escola Virgínio da Gama (Malvinas)
Escola Municipal Escritora Lourdes Ramalho (Complexo Habitacional Aluízio Campos)
Escola Municipal Rômulo Gouveia (Complexo Habitacional Aluízio Campos)

Fonte: Codecom

COMPARTILHE