Secretaria de Saúde inicia realização de processos licitatórios por pregão eletrônico

A Prefeitura Municipal de Campina Grande vem realizando várias ações para dar mais transparência e licitude aos processos licitatórios municipais. No início do ano entrou em vigor o Decreto 4.444, do prefeito Romero Rodrigues, que obriga os setores da administração pública municipal a realizarem as licitações na modalidade pregão, na forma eletrônica. Por isso, desde o início de 2020, a Secretaria de Saúde começou a realizar as licitações por meio de pregão eletrônico, através da internet, o que aumenta a proteção de todo o processo.

Os pregões eletrônicos ajudam a ampliar a disputa e abrir a concorrência para empresas, fornecedores e prestadores de serviços até de outros municípios e estados, como também garantem a total impessoalidade do processo, uma vez que o pregão é todo mediado sem contato entre pregoeiros e candidatos.imagemAntes do início dos pregões eletrônicos, a Secretaria de Saúde já tinha adotado a transmissão ao vivo na internet dos pregões presenciais para quem quisesse acompanhar.

A secretaria realiza centenas de pregões anualmente para a aquisição dos mais diversos produtos, desde a compra de medicamentos e suprimentos hospitalares, até serviços de internet, fornecimento de material de expediente e muitos outros tipos de produtos e serviços.

“Todos os nossos esforços estão sendo realizados no sentido de tornar ainda mais transparente o processo de realização das licitações, profissionalizando os mecanismos para termos sempre os melhores resultados”, explicou a Secretária de Saúde, Luzia Pinto.

Além da saúde, outros órgãos municipais têm trabalhado para avançar na transparência dos processos licitatórios. Vários setores têm realizado os pregões na forma eletrônica, exceto os casos especiais previstos no decreto. E recentemente, a Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP) também iniciou a transmissão dos pregões presenciais.

Fonte: Codecom
COMPARTILHE