Secretaria de Saúde intensifica campanha de prevenção às IST’s durante Maior São João do Mundo

A Prefeitura de Campina Grande, através da Secretaria Municipal de Saúde, está intensificando a campanha de prevenção às IST’s (infecções sexualmente transmissíveis) durante o Maior São João do Mundo.

A ação acontece durante todo o ano, mas  a SMS aproveita o período junino para uma maior promoção.

“Nós estamos desenvolvendo esse trabalho de prevenção pela Diretoria de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Saúde, em parceria com as outras secretarias que estão atuando nesta grande festa que é o Maior São João do Mundo”, informou Miguel Dantas, diretor de Vigilância em Saúde da SMS.

Neste período, uma equipe de nove profissionais de saúde percorre não só o Parque do Povo, mas os outros polos da festa. A ação está chegando no distrito de Galante, na Vila do Artesão, Vila Junina e outros pontos onde ocorre programação junina.

No Quartel General do Forró, o trabalho acontece das 20h até a meia-noite. Após este horário, o cidadão continua sendo atendido no posto de saúde que fica por trás da Pirâmide.

“Nós disponibilizamos preservativos aqui no posto de saúde que fica para livre acesso da população e também disponibilizamos testes rápidos caso aconteça algum incidente. Os resultados são sempre entregues em tempo eficaz”, destacou a coordenadora de Saúde  do Maior São João do Mundo, Samira Luna.

A expectativa é que haja a distribuição de mais de meio milhão de preservativos ao final do evento, considerando todo o primeiro semestre. A ação também orienta na prevenção de outras situações que vão além das infecções sexualmente transmissíveis.

“Não é só a distribuição do preservativo. Mas orientações importantes para que o cidadão tenha boas práticas de conduta na festa. Que ele tenha a consciência da prevenção contra a tuberculose, contra hanseníase, a sífilis e outras doenças que podem ser contraídas pelo contato”, continuou Miguel Dantas.

Durante o ano, a Campanha de Prevenção às IST’s segue com atendimento nos postos de saúde espalhados pela cidade com uma equipe multidisciplinar de referência, a exemplo do Posto Francisco Pinto, no centro da cidade.

“Independentemente da festa, as ações continuam em escolas, feiras, nas Unidades Básicas de Saúde e nas Unidades de Média Complexidade. O cidadão vai encontrar, além dos insumos, a orientação de profissionais capacitados para que ele se previna”, concluiu Miguel.

Fonte: Codecom

COMPARTILHE