Autor: Notícias PMCG

Secretário de Saúde anuncia aumento para servidores que trabalham no combate ao coronavírus

Filipe Reul também informou que vai comprar os plantões de profissionais que atuam em outras cidades para ficarem exclusivamente para Campina Grande Na manhã desta terça-feira de feriado, 21, o Secretário de Saúde de Campina Grande, Filipe Reul, participou de uma videoconferência com representantes dos Ministérios Públicos Estadual, Federal e do Trabalho e todos os […]

22/04/2020 15h16 Atualizado há 3 anos

Filipe Reul também informou que vai comprar os plantões de profissionais que atuam em outras cidades para ficarem exclusivamente para Campina Grande
Na manhã desta terça-feira de feriado, 21, o Secretário de Saúde de Campina Grande, Filipe Reul, participou de uma videoconferência com representantes dos Ministérios Públicos Estadual, Federal e do Trabalho e todos os diretores de unidades hospitalares do município. Na reunião virtual, o secretário informou que concedeu um aumento de 40% nos salários dos profissionais de saúde que estão trabalhando diretamente com pacientes suspeitos ou confirmados de coronavírus.

“É uma forma de valorizar e incentivar esses profissionais que estão na linha de frente salvando vidas”, disse Reul. O Secretário também informou para os representantes do Ministério Público a decisão de que, mesmo que os trabalhadores venham a ser afastados por motivo de Saúde, seus contratos serão mantidos e seus salários serão pagos, inclusive nos casos dos servidores que recebem por regime de plantão. imagemAlém disso, Filipe Reul também informou que deve iniciar a convocação dos profissionais aprovados no processo seletivo do município já a partir da quarta-feira, 22. Ao todo foram classificadas 1.118 pessoas, entre médicos, enfermeiros, técnicos, farmacêuticos, psicólogos, auxiliares de serviços gerais, condutores socorristas, fisioterapeutas, banqueiros, assistentes sociais e recepcionistas.

Outra medida, anunciada pelo secretário, foi a compra de plantões de profissionais que trabalham em Campina Grande e em municípios que têm número alto de infectados pelo coronavírus. “Vamos pagar para que eles fiquem exclusivos para Campina Grande, a fim de evitar que possam ser infectados em outros municípios e trazer o vírus para cá”, explicou.

Na reunião, os promotores e procuradores Adriana Amorim, Acácia Suassuna, Raulino Maracajá e Marcela Asfora também conversaram com os diretores do Hospital Municipal Pedro I, das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), do Hospital da Criança e do Adolescente (HCA) e do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea). Eles fizeram um relato detalhado de todo o estoque de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), a situação de escalas de profissionais e o protocolo de atendimento de cada unidade.

Filipe Reul ainda esclareceu que a Secretaria de Saúde dispõe de um estoque de 67 mil máscaras, entre cirúrgicas e N95, e que encomendou mais 100 mil. Além disso, também contratou uma empresa com capacidade de produzir 10 mil máscaras por semana.

Além das medidas anunciadas pelo secretário para os profissionais, a Secretaria Municipal de Saúde já vem realizando outras ações como a hospedagem em hotel dos trabalhadores para proteger seus familiares, o apoio psicológico online e a aplicação de testes rápidos em todos os profissionais.

Fonte: Codecom

Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support