Autor: Notícias PMCG

Secretário garante plena normalidade da coleta de lixo em Campina Grande

Titular da Sesuma esclarece que, durante o ano, há suspensão programada de serviços em apenas dois dias Através da Assessoria de Imprensa, a Secretaria de Serviços Urbanos de Campina Grande (Sesuma) desqualificou uma “fake news” e garante que não houve nenhuma anormalidade na coleta de lixo em Campina Grande, que apenas foi suspensa no dia […]

05/01/2021 16h57 Atualizado há 2 anos

Titular da Sesuma esclarece que, durante o ano, há suspensão programada de serviços em apenas dois dias

Através da Assessoria de Imprensa, a Secretaria de Serviços Urbanos de Campina Grande (Sesuma) desqualificou uma “fake news” e garante que não houve nenhuma anormalidade na coleta de lixo em Campina Grande, que apenas foi suspensa no dia 1º de janeiro, o que já ocorria nos anos anteriores. Isso, naturalmente, resultou num acúmulo nos bairros e comunidades que são atendidas às segundas, quartas e sextas-feiras. “Não foi uma falha e sim uma situação programada”, garante o secretário Geraldo Nobre Cavalcanti.Durante todo o ano, historicamente, apenas em dois dias a atividade é suspensa – no primeiro dia do ano e na Sexta-Feira da Paixão. “Acredito que isso seja necessário. Um dia Santificado e o outro para que a empresa faça manutenção nos equipamentos e dê um descanso aos seus colaboradores, que atuam intensamente no final do ano, e também para que eles possam estar com seus familiares neste dia”, explicou Geraldo Nobre.
O secretário mencionou que, nas comunidades atendidas nas terças, quintas e aos sábados, não houve nenhuma alteração, nem na área central, que tem coleta durante toda a semana no período noturno. “Agora, as que são atendidas nas segundas, quartas e sextas-feiras teve um acúmulo natural, pois ficaram quatro dias sem o serviço, pois a última foi no dia 30 e retornou na segunda-feira, 4 de janeiro, levando algumas pessoas, maldosamente, a publicarem inverdades”.Ritmo continua – Geraldo Nobre garantiu que o ritmo de trabalho, na gestão do prefeito Bruno Cunha Lima, continua igual a do prefeito Romero Rodrigues, onde a limpeza urbana sempre foi um diferencial. “E já estamos pensando em ampliar, para melhorar ainda mais, fazendo alguns pequenos ajustes, principalmente no Recicla Campina”.A coleta domiciliar em toda cidade é terceirizada. Já os serviços de limpeza de terrenos baldios, capinação, podagem e recolhimento de caixas coletoras, são feitos pela equipe e frota da Prefeitura. Os resíduos são levados ao aterro sanitário, que fica na comunidade Estreito, local privado, e que também custa caro para o erário público.“Pagamos um valor muito alto para manter nossa cidade limpa. Por isso, pedimos a colaboração da população para que não jogue lixo em áreas impróprias, pois, além de manchar a imagem da própria cidade, trás doenças para dentro de casa, e o dinheiro que poderia ser utilizado em outros setores, como saúde, educação, saneamento básico e pavimentação, a gestão utiliza num serviço que poderia ser evitado”, ponderou o titular da Sesuma Geraldo Nobre, que foi mantido no cargo pelo prefeito Bruno Cunha Lima.

Fonte: Codecom

 

 


Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support