Semas divulga balanço de objetos achados e perdidos no Parque do Povo

A Coordenação do Serviço de Achados e Perdidos, oferecido pela Prefeitura de Campina Grande, através da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), divulgou na manhã desta segunda-feira, 16, o relatório final dos objetos que foram esquecidos e/ou encontrados no Parque do Povo durante a realização do Maior São João do Mundo.

O serviço funcionou durante toda festa, entre os dias 08 de junho a 08 de julho, em um espaço instalado na réplica do prédio do Telegrafo Nacional, localizado na cidade cenográfica no Parque do Povo. O local funcionou como uma recepção de objetos encontrados e disponibilizados aos seus proprietários dentro do Parque do Povo.

O Achados e Perdidos disponibilizou ainda um cadastro onde o cidadão que necessitasse de ajuda, ao chegar do Parque do Povo, informava seus dados de forma simples (nome completo, endereço residencial e telefone de contato). Caso o objeto fosse encontrado e levado para esse setor os funcionários iniciavam uma busca no sistema de dados, facilitando a localização.

AUMENTO – Conforme a Semas neste ano de 2018, com o crescimento do evento e o maior número de turistas na festa, foi verificado um aumento no número de objetos perdidos no Parque do Povo em relação ao mesmo período do ano passado. Foram encontrados no interior do Parque 358 objetos, sendo 207 entregues aos seus proprietários. 54% destes documentos encontrados foram de Campina Grande. Já no ano passado foram registradas 337 ocorrências de reclamações de perda, sendo entregues aos donos 180 itens durante todo o período da festa.

DOCUMENTOS MAIS ENCONTRADOS – Os itens mais perdidos foram documentos pessoais (certidões de nascimento, título de eleitor, CNH, além de chaves de carro e cartões de crédito). Na primeira semana da festa foram registrados 45 casos de documentos encontrados no Parque do Povo. No encerramento da festa (08 de julho), foram entregues na base do serviço cerca de 130 documentos.

O coordenador do Programa de Achados e Perdidos, José Sergio Pereira, informou que, caso o indivíduo tenha perdido algum objeto no Parque do Povo, durante o período de São João, poderá se dirigir à unidade de Achados e Perdidos, localizada no Terminal de Integração, ao lado do Museu de Artes Assis Chateaubriand. Todos os pertences encontrados, e não devolvidos aos seus proprietários, estão nos arquivos desta unidade.

COMPARTILHE