Servidora da Prefeitura receberá título de Cidadã Campinense pela Câmara Municipal

Educadora Fátima Rodrigues será homenageada em sessão especial alusiva à Semana de Trânsito

A educadora e servidora pública aposentada da Prefeitura de Campina Grande, Fátima Rodrigues, ex-chefe da Divisão de Educação de Trânsito da STTP e uma das principais referências na área da educação de trânsito na Paraíba, receberá o título de Cidadã Campinense concedido pela Câmara Municipal. A solenidade de entrega da honraria acontecerá de forma hibrida, no plenário da Câmara de Vereadores, na próxima quinta-feira, 23, às 10h, por ocasião da sessão especial alusiva à Semana Nacional de Trânsito. A propositura é do vereador Alexandre do Sindicato (PSD) e foi aprovada, por unanimidade, durante sessão plenária realizada na última terça-feira, 14 de setembro.

A educadora Maria de Fátima Rodrigues Correia nasceu no município de Malta, Paraíba. Em 1969 passou a morar em Campina Grande, onde cursou o 2º grau no Colégio Estadual da Prata. Sempre focada no aprendizado, concluiu o curso de Serviço Social na Universidade Regional do Nordeste (1983), em seguida fez uma Especialização em Metodologia do Serviço Social.

Ingressou na Prefeitura de Campina Grande em 1986, por meio de concurso público, exercendo a função de Assistente Social Escolar na Secretaria de Educação e Cultura. Durante 13 anos desempenhou com dedicação seu trabalho na Escola Municipal de Ensino Fundamental Lions Prata.

Em 1999, após a municipalização do trânsito ocorrida na gestão do então prefeito Cassio Cunha Lima, a primeira superintendente da recém-criada Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande (STTP), Valéria Barros, convidou Fátima Rodrigues para assumir a Chefia da Divisão de Educação de Trânsito da autarquia. Naquele momento, Fátima iniciou a construção de um reconhecido trabalho de educação para o trânsito na cidade Rainha da Borborema.

Com o ingresso dos primeiros agentes de Trânsito na STTP, Fátima Rodrigues e a engenheira Marília Santiago (que na época fazia parte do então Núcleo de Educação e Apoio ao Cidadão – NEAC), trabalharam a primeira equipe de Educação Para o Trânsito, atuando em instituições de ensino, empresas privadas dos mais diversos setores, órgãos públicos e, principalmente, nas ruas de Campina Grande. A forma de atendimento ao cidadão, com gentileza e cordialidade, foi marca registrada do seu trabalho.

De forma sistemática e com uma determinação singular, dona Fátima (como ficou conhecida na STTP) imprimiu ao longo dos quase 20 anos à frente da educação para o trânsito suas expectativas de fé, esperança e, acima de tudo, muito trabalho na construção de um trânsito mais humano e seguro.

Para o atual superintendente da STTP, Dunga Júnior, a homenagem é mais que justa. “Ela é uma profissional que acompanhou todo o crescimento da STTP. Dona Fátima é muito respeitada no meio do Sistema Nacional de Trânsito, tendo um olhar crítico e cuidadoso sobre questões ligadas à educação de trânsito em nosso estado”, declarou o dirigente.

São muitas as marcas de ações realizadas pela Divisão de Educação de Trânsito da STTP, tendo Fátima Rodrigues no comando. Foi com sua perseverança e o apoio do então prefeito Romero Rodrigues, como também dos superintendentes da autarquia à época (Vicente de Paula, José Marques e Félix Neto), que Fátima e equipe implantaram de forma exitosa, em 2014, a Primeira Olimpíada de Educação Para o Trânsito nas escolas de Campina Grande.

O mesmo aconteceu com o Movimento Maio Amarelo, criado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV) e que, desde 2015, Campina Grande abraçou, tendo Fátima Rodrigues como a principal gerenciadora das ações. Sem demonstrar desânimo conseguiu na sua trajetória, à frente da Divisão de Educação de Trânsito da STTP (DET), o reconhecimento de todos que conheciam o seu trabalho ou que, de alguma forma, foram alcançados pelas suas ações.

Codecom

Compartilhar