SuperAR é destaque no seminário dos 15 anos da Política Nacional de Promoção da Saúde

O trabalho de sucesso no enfrentamento à pandemia da covid-19, realizado em Campina Grande, segue como exemplo para todo o país. Esta semana, no seminário em comemoração aos 15 anos de implantação da Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS), do Ministério da Saúde, o Centro de Reabilitação Pós-covid SuperAR foi destaque na programação.

De forma remota, os profissionais responsáveis pelo serviço apresentaram os resultados para participantes de centenas de municípios, que estiveram representados no evento trocando conhecimentos sobre as dificuldades e experiências de promoção da saúde durante a pandemia da Covid-19.

Em outubro, representantes da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), do Ministério da Saúde, do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) visitaram o Centro de Reabilitação Pós-Covid SuperAR e conheceram in loco o trabalho desenvolvido, que já reabilitou mais de 700 pacientes.

“É possível fazer uma saúde pública de qualidade e oferecer serviço de ponta aos pacientes com grandes sequelas da covid-19. O município e os profissionais se juntaram para fazer um atendimento de excelência porque todo dia nós nos deparamos com o surgimento de novas sequelas dessa doença. O SuperAr é uma experiência necessária e é a prova de que se pode fazer serviço de saúde de qualidade para a população que realmente está muito fragilizada”, disse a coordenadora do serviço, a fisioterapeuta Poliana Siqueira.

As condições pós-covid trazem a diversos pacientes dispneia, tosse, fadiga persistente, cefaléia, dificuldade de concentração, ansiedade, depressão e distúrbios do sono, entre outros problemas. Por causa disso, foi verificada a necessidade de organizar um serviço especializado para tratar sequelas do pós-covid. O espaço, que foi inaugurado em março deste ano, conta com uma equipe multidisciplinar, composta por psicólogo, neurologista, ortopedista, nutricionistas, atividades de práticas integrativas, entre outras especialidades.

Codecom

Compartilhar